top of page
  • Foto do escritorcbioclimamidia

Conheça o kit de Detecção de Contaminação em Alimentos

Os kits de detecção de contaminação microbiológica foram projetados para detectar metabólitos produzidos durante a respiração celular.

Gabriela Andrietta

Kits de detecção de contaminação microbiológica

"O kit é capaz de identificar contaminações em diversas matrizes, como leite, enlatados com carnes e vegetais. Os micro-organismos vivos presentes respiram, produzindo metabólitos específicos. Utilizamos um reagente químico que reage com esses metabólitos, causando uma mudança de cor que indica a presença de contaminação," explica o professor Henrique Ferreira, do Departamento de Microbiologia da Unesp e desenvolvedor do kit.



Reagentes que detectam a contaminação de alimentos


Esses kits são especialmente úteis para detectar contaminação em produtos como leite UHT, que passam por processos de esterilização e não deveriam conter micro-organismos vivos. No entanto, a tecnologia pode ser adaptada para qualquer matriz que precise ser esterilizada.


A detecção precoce de contaminantes pode evitar a produção de toneladas de produtos contaminados, poupando tempo e recursos. Na indústria alimentícia, na qual a produção é em larga escala, "um teste preventivo permite monitorar a linha de produção a cada hora ou em partes específicas do dia, podendo interromper a produção em massa para evitar grandes perdas," destaca o professor Henrique.


A legislação exige que produtos como leite UHT sejam estocados por até sete dias ou mais para detecção de contaminação por métodos convencionais, como cultivo. Com os novos kits, a detecção pode ser feita em poucas horas, eliminando a necessidade de longos períodos de estocagem e reduzindo significativamente os custos com armazéns.


Além disso, a liberação de produtos contaminados para o mercado pode resultar em recalls caros e reclamações de consumidores. Produtos contaminados podem inchar devido à produção de gases pelas bactérias, causando prejuízos e insatisfação. Os kits de detecção de contaminação evitam esse problema ao identificar produtos impróprios para consumo com dias ou semanas de antecedência.


A alta sensibilidade dos kits permite a detecção de um número mínimo de células contaminantes vivas, garantindo que produtos impróprios para o consumo sejam identificados antes de chegar ao consumidor. 


Equipe do laboratório do professor Henrique Ferreira

66 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page